Como surgiu

[elementor-template id=”648″]

Como surgiu a terapia cognitiva comportamental ?

By Slicata – Own work, CC BY-SA 4.0.

Aaron T. Beck é um psiquiatra americano, hoje com 98 anos, e considerado o “pai da terapia cognitiva comportamental”. Por meio de pesquisas com pacientes deprimidos, entre as décadas de 50 e 60, ele percebeu que seus pacientes tinham visão distorcida de si mesmo, do mundo ao seu redor e de seu futuro, a chamada tríade negativa, que tem formação na infância. Concluiu então que, o pensamento negativo distorcido altera nosso humor e consequentemente nosso comportamento.

A terapia cognitiva comportamental surgiu com o objetivo de corrigir os pensamentos distorcidos e aliviar os sintomas depressivos. Segundo Beck: “É um processo cooperativo de investigação empírica, testagem da realidade e resolução de problemas entre o terapeuta e o paciente”.

Nas últimas décadas a terapia cognitivo comportamental – TCC tem tido um impacto enorme sob o campo da saúde mental, devido sua eficácia na compreensão e no tratamento de uma extensão de distúrbios emocionais e comportamentais.

A TCC é indicada para todas as pessoas e de todas as idades, desde crianças a idosos.

Um obstáculo ainda frequente, que faz com que algumas pessoas não consultem um psicólogo, é acreditarem que é um sinal de fraqueza, vulnerabilidade ou que estão “malucas” indo a um profissional de saúde mental. Na realidade, ir a um psicólogo significa que está consciente e lúcido, tal como alguém que procura exercitar-se bem ou comer saudavelmente.

[elementor-template id=”152″]